Teatro das Figuras

PAÍS DAS CANÇÕES DE EMBALAR

Quinta-feira | 21h30

21 de outubro de 2021

Uma assistente de bordo guia-nos para uma viagem e pede para nos esquecermos. Uma travessia em barco à vela. Uma história narrada por duas mulheres. Um músico. O local de encontro no meio do Oceano Atlântico: São Miguel. Querem sonhar uma mulher e impô-la à realidade.

Haverá um “outro” que age, e que por essa mesma razão, abre um jogo de imprevistos. Entre quem age e quem narra, entre o autor no texto e o autor do texto surge um conflito e quem narra perde o controlo da linguagem à medida que o texto prolifera. A história que queria ter contado era a história de um cão de água português que, por razões que desconhece, foi-lhe impossível dizer.

O dispositivo cénico joga com as questões que se abrem na busca de uma identidade, quer seja a identidade de Vítor, de um país, de uma cidade ou de um cão: e se a diferenciação entre eu e tu fosse impossível? E se a certeza e autenticidade de um "eu" já não se constituísse como problema?

 

Ficha artística e técnica:

Criação: Projeto Ariadne

Com: Carlos Sério, Daniela Silva e Vânia Geraz

Texto: Daniela Silva e Vânia Geraz

Músicas: Melodia e letra - Vânia Geraz; Composição - António Neves da Silva e Carlos Sério

Desenho de som: Carlos Sério

Desenho de luz: Rui Seabra

Conceção do espaço cénico e figurinos: Ângela C., Daniela Silva e Vânia Geraz

Design gráfico: Pedro Fonte

Produção: Vânia Geraz

Agradecimentos: Emília Amorim, Companhia Olga Roriz e Oficina Impossível

 

Duração: 80 minutos

Classificação etária: maiores de 12 anos

Preços: a anunciar

 

Coprodução: Teatro do Noroeste – CDV e Creta – Laboratório de Criação Teatral

Apoio: Fundação GDA e DGARTES