Teatro das Figuras

VIDAS COM ARTE - YUKO KOMINAMI

Quarta-feira | 18h30

08 de julho de 2020

O objetivo destas palestras é dar a conhecer os percursos artísticos e criativos de artistas já com créditos firmados no panorama nacional mas, também de novos artistas emergentes.

Através desta viagem às suas histórias e percursos nas artes, transformam-se estas palestras numa aula viva, certamente de grande interesse para a comunidade artística local, nacional e para o público em geral. Esta iniciativa permite uma continuidade no tempo e a possibilidade do Teatro das Figuras ter acesso a alguns artistas que de outra forma, devido à agenda dos mesmos, não seria de todo possível.

Duração: 60 minutos
Em direto no Youtube

 

Nascida em 1973, no Japão. Ela estudou butoh e dança em Tóquio. Depois de terminar o bacharelato em história japonesa na Universidade de Waseda, fez um Diploma Profissional em Estudos de Dança Comunitária e um Programa de Estudos Independentes no Laban Centre London de 1998 a 2000. Ela obteve seu Mestrado em Culturas, Histórias e Práticas de Dança pela Universidade de Surrey em 2006. Ela trabalha como artista independente de dança e performance. Ela também dançou na companhia TEN PEN Chii ART LABOR (direção: Yumiko Yoshioka e Joachim Manger) entre 2007 e 2010. Colaborou com outros bailarinos, coreógrafos, artistas, músicos e encenadores de teatro de diversas proveniências. Ela já apresentou o seu trabalho em festivais de destaque, como o Festival June Events - Atelier de Paris Carolyn Carlson, Les Repérages Danse à Lille, Festival Internacional de Teatru de la Sibiu, Bodyradical em Budapeste, Odisha Biennale na Índia, entre outros. Ela também trabalhou e dançou em inúmeros países - incluindo Luxemburgo, França, Alemanha, Bélgica, Espanha, Portugal, Itália, Hungria, Romênia, Letônia, Finlândia, Turquia, Reino Unido, Japão, China, Índia e Peru.

O seu trabalho inclui a colaboração "Ones Voices" (2004) com Steve Kaspar, "Linnunrata" (2007), "reMEMBRANEce" (2009), "Project O" (2010) e Rajivan Ayyappan e Emanuela Iacopini, "Mayu" (2011). colaboração com Tomás Tello, “Recollections” (2012) colaboração com Kunihiko Matsuo, “Winter Worm-Summer Grass” (2013), “Three Short Stories” (2015) colaboração com Sayoko Onishi, “Dreaming Scarlet Medusa” (2017).

O seu trabalho é experimental em torno de movimentos in-between (movimentos de devir), onde as intensidades dos indivíduos se cruzam. E através dessas experiências, ela visa afirmações de movimentos múltiplos e fragmentados de "uma vida".